publicações nada periódicas

Flashforward

In sen categoria on 27.03.2013 at 1:26 AM

… Foi quando olhou para o lado e teve a visão daquela noite. 

Estava no computador, mergulhando em tantos textos e outras tantas vidas virtuais quando a parte entre a parede e a porta do quarto rasgou em uma cena de fração de segundos. 

Era noite, em uma sala bem alaranjada pelo fogo havia uma silhueta conhecida na frente e arabescos do ferro brincando de sombra na frente da lareira, e um burburinho aconchegante quebrando um certo frio.

Sentiu a luz e o calor da sala batendo em sua bochecha, na face direita. Mas assim que virou pra olhar, de maneira brusca a sala e o calor desapareceram, viraram fumaça. Ao menos teve tempo de reconhecer a silhueta, viu que não estava sozinha.

A partir daquele momento, as frações de segundos virariam filmes intermináveis em sua cabeça, teorias extensas do que poderia ter acontecido ali, na frente da lareira naquela sala laranja. Até que, finalmente, a tal da noite chegasse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: